RS - Nova Petrópolis

Nova Petrópolis

A cidade de Nova Petrópolis, distante 95 Km de Porto Alegre e 35 Km de Gramado, é um pedacinho da Alemanha na Serra Gaúcha. O início da colonização de Nova Petrópolis foi em 07 de Setembro de 1858 por imigrantes alemães vindos da Pomerânea, Saxônia, Boêmia e Hunsrück, dos quais, descendem as maiorias dos seus habitantes. A ótima localização da colônia e suas belas paisagens naturais levaram seus fundadores a denominá-la Nova Petrópolis, como uma homenagem à Sua Majestade Imperial D. Pedro II e uma analogia à "Cidade Imperial de Petrópolis", no Rio de Janeiro, onde a corte passava os meses de verão. Nova Petrópolis se integra em todos os roteiros turísticos da Serra Gaúcha, um lugar tranqüilo, emoldurado por belezas naturais e culturais. Visitar esta bela cidade e conhecer suas potencialidades é sempre uma agradável surpresa. Nova Petrópolis também é conhecida, merecidamente, como "Jardim da Serra Gaúcha".

Arquitetura e Urbanismo

Nova Petrópolis guarda a cultura alemã na sua arquitetura e urbanização. Em toda a cidade e principalmente ao longo da avenida XV de Novembro podemos apreciar o estilo germânico e o cuidado com o paisagismo também.

Orgãos e Instituições Públicas

Orgãos e instituições públicas também foram estilizados, ficando em harmonia com a bela arquitetura da cidade.

Igrejas

Praça da República ou Praça das Flores

Situada no centro da cidade, na Avenida XV de Novembro, a Praça da República é conhecida também como Praça das Flores, devido aos diversos canteiros recheados de espécies coloridas, que encantam os visitantes e se tornam cenário para belas fotos. É nessa praça que está localizado o Labirinto Verde, parada obrigatória para quem visita a cidade, ele é formado por ciprestes, cortados como cerca viva, formando um labirinto que encanta adultos e crianças. Na praça existe também o monumento “Portal Verde da Imigração” que homenageia os colonizadores e batalhadores da Emancipação de Nova Petrópolis, o monumento do Cooperativismo, que comemora o Centenário da Cooperativa de Crédito de Rural na América Latina e a Casa do Artesão, destinada a sediar uma Central de Informações ao turista. Com 12 metros de largura, 8 metros de altura e 66 metros de extensão, uma parte da rua Rui Barbosa anexa à praça, que já foi palco de diversos eventos na cidade, recebeu uma cobertura, foi transformada em uma espécie de calçadão e batizada de Rua Coberta.

Parque Aldeia do Imigrante

O parque ocupa cerca de 10 hectares na área central da cidade, conta um pouco da história da colonização na região e á aqui que todo ano acontece o Festival de Malhas de Nova Petrópolis. No parque tem lojas de malha, artesanato, quiosque Biergarten com lanches e bebidas e estúdios fotográficos que caracterizam as pessoas com indumentárias do passado. A sua atração principal é a aldeia histórica, que reconstrói uma comunidade típica alemã, através de prédios em estilo colonial transferidos do interior do município. Também funciona na aldeia o Museu Histórico Municipal, que abriga peças doadas por descendentes de imigrantes.

Linha Imperial

Indo pela RS-235, a Linha Imperial está localizada a 7 quilômetros do centro da cidade. Nesse lugar surgiu a primeira Cooperativa de Crédito da América Latina, em 1902. Na praça Theodor Amstad encontra-se um monumento ao iniciador do cooperativismo e sua primeira sede. Junto à praça também está localizada a bela Igreja São Lourenço Martir e o túmulo de Theodor Amstad. À 1 quilômetro da praça, na propriedade de Lourdes Grings, fica o Pinheiro Multissecular com uma altura de 45 metros e um diâmetro que requer 7 pessoas adultas para ser abraçado. Várias casas históricas e hotéis também podem ser vistos por ali. Um lugar bem pacato pra quem quer descansar.