GO - Pirenópolis

Pirenópolis

Localizada aos pés da Serra dos Pirineus e fundada em 1727, Pirenópolis é uma cidade com arquitetura colonial, edifícios históricos e cachoeiras. Tombada como patrimônio histórico nacional e Consagrada pelo pólo turístico regional, guarda em seus casarões seculares um retrato vivo da história goiana. Cercada por natureza exuberante, oferece a seus visitantes agradável estada com diversos atrativos naturais, como cachoeiras, reservas ecológicas, parques e mirantes. Além de uma farta culinária e festividades folclóricas tradicionais. Vale a pena conhecê-la.

Turismo

Pirenópolis é uma cidade encantadora desde a entrada, com seu pórtico acolhedor. A cidade possui um Centro de Informações Turísticas que sugere ao visitante, as melhores opções do local, como: passeios, compras ou gastronomia. Alguns locais sugeridos são: o prédio o IPHAN, o Museu da Família Pompeu, a Praça Cel. Chico de Sá que preserva um coreto e abriga uma feira de arte aos finais de semana. É indispensável conhecer o patrimônio histórico de Pirenópolis.

Patrimônio Histórico

Pirenópolis foi tombada como conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 1989. Possui um Centro Histórico com casarões e igrejas do século 18. Outros prédios significativos arquitetonicamente são o Teatro de Pirenópolis, o Cine Pireneus e a Casa de Câmara e Cadeia.
- Igreja Nossa Senhora do Rosário: Construída no período colonial, foi erguida entre os anos de 1.728 a 1732 por escravos.
- Igreja Nossa Senhora do Carmo e Museu de Arte Sacra: Construída entre os anos 1750 e 1754, pelo minerador Luciano Nunes Teixeira, em estilo colonial, localizada à margem direita do Rio das Almas e era usada à época como capela particular da família Frota.
- Igreja Nosso Senhor do Bonfim: Construída pelo sargento-mor Antonio José de Campos, no período de 1.750 a 1754, em um dos pontos mais elevados do arraial, com estilo colonial semelhante ao da Igreja Matriz.
- Theatro Pyrenópolis: De estilo eclético entre o colonial e neo-clássico, de 1899.
- Cine Pireneus: Sua fachada de 1919, originalmente em estilo neoclássico, foi alterada em 1936 para o estilo Art Deco.
- Casa de Câmara e Cadeia: Construída em 1919 como réplica idêntica do original de 1733, a mais antiga do estado de Goiás.
- Ponte do Carmo (ou Ponte Velha): A ponte sobre o Rio das Almas foi construída entre 1899 e 1903 pelo intendente Sebastião Pompeu de Pina, e reformada de 1983 a 1984.

Arquitetura e Urbanismo

Pirenópolis preserva a originalidade das suas construções, por onde passamos vemos a arquitetura sendo preservada. O zelo e a limpeza da cidade, também chamam a atenção.

Comércio

Um ponto forte da cidade é seu comércio voltado ao turismo. Não faltam opções de gastronomia, pousadas, agências de turismo e lojas de artesanato, entre outras.